Programa para Focalizadores e Monitores

A Teia Cooperativa está iniciando um programa para formar focalizadores e monitores de Jogos Cooperativos para que estes possam focalizar atividades com crianças e adultos.

Os benefícios destes grupos de focalizadores e monitores ensinarem a cooperação irá auxiliary no combate ao bullying, obesidade, criar sentimentos de alta auto-estima e resiliência não apenas nos participantes, mas também nos focalizadores e estagiários. O programa irá combater:

 

Bullyng

Brincadeiras duras durante os anos escolares tornaram-se um problema recorrente. Brincadeiras durante os intervalos facilmente saem de controle levando à brigas. Crianças normalmente não sabem como cooperar ou resolver conflitos, uma vez que constantemente são expostos à atividades que requerem competição estimulando a rivalidade. Pesquisas demonstram que a ausência do aprendizado destas habilidades leva a um comportamento anti-social. As crianças aprendem a cooperar quando jogam cooperativamente e se tem como modelo alunos mais velhos. Portanto, tê-los como monitores dentro da escola, ajudando a focalizar estes jogos é fator positivo para que mais crianças participem e desenvolvam mais facilmente estas habilidades sociais e de comunicação.

 

Obesidade

servicos-obesidade

A cada dia vemos mais e mais problemas de obesidade infantil, deixando médicos, educadores e pais alarmados. Os Jogos Cooperativos, por serem inclusivos, criam oportunidades para que crianças acima do peso possam participar sem serem arrancadas do jogo, dando-lhes a chance e ajuda necessária para que possam controlar seu peso. Se uma criança está acima do peso, tirando aquelas que tenham alguma disfunção, normalmente se dá pelo fato de que ingerem mais calorias do que gastam. Ao irem para uma atividade competitiva, frequentemente são excluídas porque não são muito agéis, e desta forma, deixam mais uma vez de queimar as calorias necessárias. Com os jogos cooperativos, isto não acontece, pois ao contrário dos jogos competitivos, todos recebem a oportunidade de brincar ativamente, ajudando a combater a obesidade.

 

Auto Estima

servicos-auto-estima

Os alunos precisam de jogos e atividades cooperativas signiticativas onde sejam tratados com respeito e como participantes produtivos e importantes no processo. Alguns Jogos Cooperativos fazem uso da liderença circular, dando oportunidade para que todos possam liderar e experimentar o sucesso como um time.Sem oportunidades positivas para suas energias, a auto-estima baixa. Sem auto-estima, surge a depressão e a auto-destruição, muitas vezes através de drogas e álcool. Os Jogos Cooperativos dá aos alunos estagiários e monitores o sentimento de sucesso pelo simples fato de que eles poderão participar de forma significativa. Ninguém falha e todos se divertem!

Observações feitas por alguns de nossos alunos:

• Gostei muito, pois pude jogar o tempo todo
• Pela primeira vez, me diverti jogando
• Ninguém ganha ou perde sozinho, dai não teve esta preocupação
• Joguei cm pessoas com quem nunca brinquei antes e foi legal

 

Resiliência

servicos-resiliencia

O objetivo geral do Programa de Focalizadores e Monitores é aumentar a resiliência dos alunos e crianças na comunidade escolar. Oferecendo aos alunos mais velhos e mais jovens atividades saudáveis, ativas e que os valorizem. Este programa irá afastá-los de situações de risco e comportamentos auto-destrutivos e abusivos. Ao restabelecerem sua auto-estima e confiança em si próprios, tornam-se mais capazes também de lidar com suas vidas e os problemas que possam vir a surgir.

 

Treinamento para Focalizadores

Este programa treina alunos universitários e profissionais interessados em tornarem-se focalizadores de Jogos Cooperativos em momentos de recreação em escolas, acampamentos, festas e eventos. Esta é uma oportunidade para que estes participantes aprendam habilidades de liderança democrática, inclusiva que possam aplicar em diversos grupos. Outras habilidades abordadas neste treinamento:

• Como seduzir e encorajar a participação
• Estimular a expressão criativa
• A criação do jogo
• Como adaptar um jogo competitivo para que se torne cooperativo?
• Criando o entusiasmo
• Estabelecendo ambiente para cooperar
• Ouvir e adaptar o jogo de acordo com as necessidades dos participantes
• Reflexão sobre o jogo e seus objetivos